Idioma
O Meu Carrinho 0

Quais são os tipos de motores elétricos mais comuns?

Motores Elétricos

Os motores elétricos são conhecidos pela sua capacidade de converter energia elétrica em energia mecânica. A versatilidade destes equipamentos faz com que sejam aplicáveis a qualquer indústria e/ou processo industrial. A escolha destes motores é baseada no controlo que a aplicação em específico necessita e por essa mesma razão é muito importante conhecer cada motor individualmente, uma vez que eles diferem em bastantes aspetos.

Tipos de motores elétricos mais comuns:

1. Motores CA (Motores de Corrente Alterna):

Os motores CA, ou motores AC, são acionados por uma corrente alternada, o que significa que podem produzir energia mecânica a partir de um simples sinal de entrada elétrico. As correntes alternadas são aquelas que, em torno de um circuito, convertem a direção em intervalos regulares. Estes motores dependem sempre de um alternador a fim de produzir a direção da carga alternada. Um aspeto muito importante a destacar é o facto de a grande maioria dos motores elétricos CA não possuir escovas, o que torna a sua manutenção mais fácil e menos usual.   

Estes tipos de motores caracterizam-se pela sua elevada durabilidade e capacidade de produção, o que a longo prazo se torna uma mais valia para qualquer empresa.  

Os motores elétricos de corrente alterna (motores CA) estão divididos em duas categorias:

  • Síncronos

Um motor síncrono, tal como o nome indica, é aquele em que o rotor roda sincronizadamente com o campo rotativo da máquina e por isso não necessita de indução de corrente para produzir o campo magnético do rotor. Isto acontece porque estes tipos de motores têm eletroímanes de corrente alternada.

Contrariamente aos motores síncronos, os motores assíncronos são aqueles cujo rotor gira a uma velocidade diferente (inferior) da velocidade síncrona, o que significa que a corrente elétrica no rotor necessária para produzir torque é obtida por indução eletromagnética a partir do campo magnético do estator.

Os motores de indução estão organizados em dois tipos:

Os motores elétricos monofásicos funcionam com corrente alternada através de uma fonte de alimentação monofásica. Estes geram um campo magnético não rotativo, mas sim, alternativo e, portanto, necessitam de um condensador para funcionar. 

Estes motores são adequados para aplicações que requerem altos binários de arranque e altos valores de carga, tais como compressores de ar, bombas, etc. Ainda assim, é importante sublinhar que os motores de indução monofásicos são de diferentes tipos, dependendo de vários fatores.

Os motores elétricos trifásicos funcionam com corrente alternada trifásica, o que significa que têm três fontes de energia. Estas fontes de energia não funcionam de forma alternada e, portanto, nunca duas ondas estão no mesmo ponto. Assim, é possível estabelecer um campo magnético rotativo que gira em torno do estator a uma velocidade contínua. 

Estes motores elétricos estão entre os mais utilizados nas indústrias a nível mundial e são normalmente aplicados em atividades "mais pesadas". 

2. Motores CC ( Motores de corrente contínua):

Os motores elétricos CC, ou motores DC, convertem energia em rotação mecânica através de corrente contínua. Estes motores foram os primeiros a ser utilizados uma vez que podiam ser alimentados a partir de sistemas existentes de distribuição de energia de iluminação por corrente contínua. Os motores mais pequenos são utilizados em aparelhos pequenos, enquanto que os maiores são adaptáveis a veículos elétricos, por exemplo. Ainda assim, a substituição destes motores por motores CA é muito recorrente, uma vez que os últimos estão muito mais desenvolvidos a nível tecnológico e, portanto, podem substituir os motores CC em várias aplicações.

Os motores elétricos CC estão divididos em duas categorias principais:

  • Sem escovas

Os motores elétricos CC sem escovas são motores síncronos alimentados por corrente contínua através de uma fonte de alimentação que gera corrente alternada de modo a que seja possível acionar as diferentes fases do motor através de um controlador de circuito fechado. A construção destes motores está associada a motores síncronos de íman permanente e também a motores de indução. As principais vantagens dos motores sem escovas são essencialmente: 

- Elevado desempenho

-Alta velocidade

-Controlo eletrónico

-Menos manutenção

  • Com escovas

Os motores elétricos com escovas são comutados internamente para que o seu funcionamento seja possível através de uma fonte de energia de corrente contínua. A sua velocidade pode ser alterada alterando a tensão de funcionamento ou a força do campo magnético. Há mais de 100 anos que estes motores têm sido utilizados para operar em várias indústrias, mas hoje o quadro é um pouco diferente. O facto de serem motores com escovas faz com que necessitem de muito mais manutenção, porque as escovas se desgastam muito facilmente. Desta forma, a utilização destes motores tem vindo a diminuir gradualmente e, consequentemente, são substituídos por outros. 

    Conheça a gama completa de motores elétricos Bernati

    Para mais informações, contacte a equipa especializada da Reiman.

    Contactos

    Tel.: +351 229618090

    comercial@reiman.pt 

    Artigos Relacionados

    Produtos Relacionados